quarta-feira, setembro 13, 2006

Pequeno Ensaio Gramatical

Há dias, li o seguinte anúncio à porta de uma daquelas lojas de bijutarias que as mulheres tanto gostam: “Efectuam-se perfurações nas orelhas”. Demorei algum tempo a perceber o que era ali publicitado, pois era tudo mais fácil se no cartaz apenas dissesse: ”Fazem-se furos nas orelhas”.
É que depois de ler aquele anúncio fiquei com a nítida sensação que os verbos efectuar e perfurar são dos verbos mais maricas da língua portuguesa!
Vocês conseguem imaginar um pedreiro, daqueles que nem admite que ponham em causa a sua masculinidade, daqueles que transmitem para todos os que o rodeiam um sentimento (ou será cheiro?) de força, a dizer a outro, com as mesmas características, “Efectua aqui uma perfuração nesta pedra”.
Mas o exemplo até pode nem ser tão claro! Já se imaginaram a trabalhar num escritório e a pedir a alguém, que, com a ajuda do furador (e não “Perfurador”), vos perfure determinada folha. Se alguém me dissesse isso pensava logo que estava a ser assediado…
E depois há o efectuar. Cá para mim, efectuar não pode ser um sinónimo de fazer. É que soa tanto a mariquinhas que mais parece que uma coisa é fazer o jantar e outra completamente diferente é efectua-lo.
Vamos por as coisas nos devidos lugares. A meu ver, pessoas rudes fazem as coisas, gente como o Cláudio Ramos efectuam-nas.
E com o perfurar passa-se o mesmo. Já tou a ver dois putos, em que um deles tem a mania das grandezas e diz ao outro: “O quê? Tu furaste aquele bolo? Fogo, eu não sou capaz. Eu só o perfurei!”

1 Comments:

At 11:54, Anonymous Anónimo said...

Pois é claro que o verbo perfurar é mais "light" que furar, pois o individuo que fura uma pedra(e sirvo-m aqui do teu exemplo)não é com certeza o mesmo que a perfura,na medida em que na ultima situação a acção é desempenhada com um certo "glamour",o sujeito tende mais para explorar a dita cuja do que propriamente a furar.Porém, o individuo que a fura, bem...esse quer la saber de etiquetas,vai ao ponto da questão sem quaisqueres problemas...enfim...a lingua portuguesa é mesmo assim, cheia de mariquices, é assim que dizes né???lol lol ***daniela***

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home